Marketing médico: 10 perguntas e respostas

agência de marketing médico

É médico e tem dúvidas sobre marketing médico? Então confira este nosso novo artigo com as respostas para as dez dúvidas mais comuns sobre esse assunto.

1. Posso fazer divulgação do meu consultório?

Sim, você pode e deve fazer divulgação do seu consultório. A divulgação é uma parte importante da estratégia de gestão de qualquer negócio, inclusive de clínicas médicas.

No entanto, é preciso seguir algumas regras e regulamentações em torno da divulgação de consultórios médicos.

Assim, antes de iniciar qualquer campanha de marketing médico, é crucial verificar e compreender as leis e regulamentos, bem como as diretrizes éticas da associação médica a que você pertence. Algumas áreas podem ter restrições específicas sobre o tipo de informação que pode ser divulgada e até mesmo a linguagem que pode ser empregada em materiais de marketing médico.

Profissionais médicos possam comunicar informações básicas, como a especialização, localização do consultório, horário de atendimento, e formas de contato.

Se atualize sobre as novidades envolvendo a regulamentação do marketing médico, leia nosso artigo Novas regras do CFM para o marketing médico: confira as principais mudanças.

2. Quais são as melhores práticas para marketing médico?

Entre as melhores práticas para marketing podemos destacar:

Conhecer o seu público-alvo

Antes de começar qualquer campanha de marketing, é importante entender quem são seus pacientes ideais. Quais são as necessidades e expectativas dos pacientes que você deseja atender, para poder criar uma mensagem clara e direcionada. Caso contrário, todo seu planejamento não trará o resultado esperado.

Gerar conteúdo relevante e de qualidade

É preciso ter disciplina para atualizar seu site ou blog com frequência, colocando conteúdos novos de interesse do seu público, não termos técnicos ou de pesquisas acadêmicas. Afinal, o seu paciente quer solucionar os problemas deles e não estudar sobre o assunto.

Aqui, uma dica legal é fazer um levantamento das principais demandas que seus pacientes trazem e escrever conteúdo sobre elas.

Além de ser bastante atrativo para o paciente que visita o site, ter um excelente conteúdo, e de preferência original, é essencial para conseguir destaque nos sites de busca, como o Google.

Usar as redes sociais

Não é de hoje que as redes sociais são muito utilizadas no mundo inteiro e no Brasil isso não é diferente.

Por isso, invista pesado no Instagram e no Facebook. Compartilhe nelas conteúdo relacionado à saúde, dicas úteis e atualizações sobre sua prática.

Quer saber como divulgar sua clínica ou consultório no Instagram? Confira nosso artigo sobre o tema: Dicas ao escrever um post para Instagram.

Investir em SEO

O SEO (Search Engine Optimization) ajuda o seu site a ser encontrado pelos pacientes potenciais. Assim, utilize as técnicas de SEO e otimize seu site para mecanismos de busca.

Com as palavras-chave relevantes em seu conteúdo, seu site será encontrado mais facilmente pelos pacientes que procuram serviços médicos na sua região.

3. Quais são os canais de marketing mais eficazes para clínicas médicas?

Os canais de marketing mais eficazes para clínicas médicas variam conforme o público-alvo e os objetivos da clínica. No entanto, alguns canais comumente utilizados incluem:

Site profissional e redes sociais

Ter um site profissional e marcar presença nas redes sociais é essencial atualmente.

Como já falamos acima das redes sociais, vale destacar que o seu site deve ser fácil de navegar, informativo e conter informações relevantes sobre seus serviços, especialidades e localização.

Ter um site profissional oferece diversas vantagens para você e sua estratégia de marketing médico, tais como:

  • conquistar novos clientes;
  • aumentar sua credibilidade e autoridade;
  • transmitir uma imagem mais profissional;
  • aumentar sua visibilidade no mercado.

Quer saber mais sobre o assunto? Leia nosso artigo Site para médicos: o que não pode faltar para ter um site profissional?

E-mail marketing

O e-mail marketing é uma ótima maneira de se comunicar com pacientes atuais e potenciais.

Ele é um dos canais que mais traz retorno. Sem contar na possibilidade de usar vários formatos e finalidades, conforme o seu público.

Porém, antes de mais nada, é importante ressaltar que essa estratégia de marketing médico não significa enviar mensagens aleatórias para seus pacientes ou leads. É preciso elaborar e-mails que sejam interessantes para essas pessoas.

Marketing de conteúdo

Se seu objetivo é atrair e fidelizar pacientes, você não pode esquecer do marketing de conteúdo. Ele é uma excelente oportunidade de trazer mais pacientes para a sua clínica sem precisar de um grande investimento.

Com a distribuição de conteúdo relevante e diferenciado em blog, vídeos, infográficos e podcasts para o seu público, você não está somente atraindo novas oportunidades de negócio, como também está auxiliando o seu paciente.

4. Quais são os limites do marketing médico?

O marketing médico é regulamentado por leis e códigos de ética. É importante estar ciente dos limites do marketing médico para evitar problemas legais.

O Conselho Federal de Medicina (CFM), estabelece normas para a publicidade dos profissionais da área médica. E, essas normas, quando não observadas, podem resultar em sanções disciplinares e prejuízos à reputação do profissional e da instituição de saúde.

Para começar, vale destaca que a Resolução CFM Nº 1.974/2011 do Manual de Publicidade Médica, traz a seguinte definição de publicidade ou marketing médico:

 Entende-se por anúncio, publicidade ou propaganda a comunicação ao público, por qualquer meio de divulgação, de atividade profissional de iniciativa, participação e/ou anuência do médico.

Algumas das principais regras do CFM incluem:

  • O médico não pode fazer autopromoção excessiva, sensacionalismo ou utilização de expressões de superlativo para se promover.
  • Testemunhos de pacientes e garantias de resultados específicos são proibidos.
  • Anúncios comparativos que manchem a imagem de outros profissionais são vedados.
  • O médico pode divulgar seus títulos acadêmicos, especializações e qualificações, caso seja feito de forma moderada e objetiva.
  • O uso de redes sociais deve ser feito com ética, evitando divulgação excessiva de casos clínicos, diagnósticos e procedimentos.
  • A divulgação de imagens de pacientes e casos clínicos deve ser feita com autorização prévia e respeitando a privacidade.
  • É permitido o esclarecimento de dúvidas gerais sobre doenças, procedimentos e cuidados de forma educativa, desde que não configure autopromoção.
  • A angariação de clientela, com oferta de vantagens e benefícios para atrair pacientes, é proibida.
  • A divulgação de preços de serviços médicos deve ser moderada, sem caráter mercantilista.
  • A publicidade institucional do consultório ou clínica deve ser moderada, sem caráter comercial excessivo.

Quer saber mais sobre o assunto, vale a pena a leitura do artigo Ética no marketing médico: como divulgar serviços de acordo com normas do CFM.

agência de marketing médico

5. Quanto devo investir em marketing médico?

O investimento em marketing varia conforme a clínica e os seus objetivos.

Aqui estão alguns pontos a serem considerados ao determinar o investimento em marketing médico:

  • Objetivos de marketing: defina claramente seus objetivos de marketing, seja aumentar a visibilidade, atrair novos pacientes, promover serviços específicos, ou fortalecer a reputação online.
  • Público-alvo: entenda seu público-alvo e ajuste suas estratégias de marketing de acordo. Por exemplo, se você estiver buscando pacientes locais, as estratégias de marketing podem ser mais direcionadas para a comunidade local.
  • Estratégias de marketing: considere as diferentes estratégias de marketing disponíveis, como publicidade online, marketing de conteúdo, otimização de mecanismos de busca (SEO), presença nas redes sociais, eventos locais, entre outros.
  • Concorrência local: analise a concorrência local para entender como os outros profissionais de saúde estão se promovendo e identifique oportunidades para se destacar.
  • Orçamento disponível: determine o orçamento disponível para marketing, considerando as despesas operacionais do consultório e outros custos associados.
  • Retorno sobre investimento (ROI) esperado: avalie o retorno esperado sobre o investimento. Considere quanto cada novo paciente pode valer para o consultório em termos de receita ao longo do tempo.
  • Mensuração de resultados: implemente ferramentas para mensurar os resultados de suas estratégias de marketing. Isso permitirá ajustes ao longo do tempo com base no desempenho.
  • Estratégia a longo prazo: considere o marketing como um investimento a longo prazo. Construir uma presença sólida leva tempo, e os benefícios podem não ser imediatos.

Aproveite e leia nosso artigo Como captar pacientes na medicina? 

6. Como medir o sucesso do marketing médico?

É importante medir o sucesso do marketing médico para saber se a sua estratégia está funcionando.

Existem várias maneiras de medir o sucesso do marketing médico, como, por exemplo:

  • Aumento no número de pacientes: acompanhe o número de novos pacientes que procuraram seus serviços após a implementação das estratégias de marketing. Um aumento nesse número pode indicar o sucesso das suas campanhas.
  • Taxa de conversão: analise a taxa de conversão, que representa a proporção de leads (contatos) que se tornaram pacientes reais. Isso ajuda a avaliar a eficácia em transformar interessados em pacientes.
  • Engajamento online: observe o engajamento online, incluindo interações nas redes sociais, comentários em blogs, e-mails abertos e cliques. Maior engajamento sugere uma audiência mais envolvida.
  • Avaliações e depoimentos: acompanhe as avaliações online e depoimentos de pacientes. Feedback positivo pode ser um indicador importante de satisfação e reputação positiva.
  • Posicionamento nos mecanismos de busca: verifique o posicionamento do seu site nos resultados dos motores de busca. Melhorias nas classificações indicam eficácia nas estratégias de SEO.
  • Tráfego do site: utilize ferramentas de análise de tráfego, como o Google Analytics, para avaliar o aumento no tráfego do site. Isso pode indicar maior visibilidade online.
  • Presença nas redes sociais: meça o crescimento e o envolvimento nas redes sociais. Aumento de seguidores e interações positivas indicam uma presença forte nas redes.
  • Fidelização de pacientes: acompanhe a taxa de retorno de pacientes antigos. Pacientes satisfeitos tendem a retornar e a recomendar seus serviços.

Ao analisar esses indicadores de forma regular e consistente, você pode avaliar a eficácia das suas estratégias de marketing médico e fazer ajustes conforme necessário para alcançar seus objetivos.

7. Qual a importância da logomarca para médicos?

A identidade visual é de extrema importância e uma das primeiras coisas  analisadas durante a construção da estratégia de marketing médico. E um dos elementos principais da identidade visual é a logomarca.

Para começar, é preciso ter em mente que uma logomarca é muito mais do que um enfeite, ela é a representação gráfica de sua clínica, ou consultório. Ela não só fará parte da sua identidade visual, também será o primeiro elemento visto por quem busca o médico ou clínica.

Por isso, é fundamental considerar muitos fatores na hora de criar uma logomarca, utilizando símbolos que representem diretamente o seu trabalho, ramo ou especialidade.

Ela é a porta de entrada de uma clínica ou consultório. Por isso, crie o site com a ajuda de profissionais para o resultado ser impactante e significativo.

Quer saber mais sobre identidade visual? Confira nosso Manual de identidade visual para médicos.

8. Quais são as tendências do marketing médico?

O marketing médico está em constante evolução. Algumas tendências do marketing médico que você deve estar ciente incluem:

  • O crescimento do marketing digital: o marketing digital está se tornando cada vez mais importante para clínicas médicas.
  • A personalização: a personalização é uma tendência importante no marketing médico. É importante criar estratégias de marketing que sejam relevantes para o seu público-alvo.
  • O foco no paciente: os pacientes estão mais informados e exigentes do que nunca. É importante focar no paciente ao criar estratégias de marketing médico.

E por falar em foco no paciente, mais do que nunca, atualmente o atendimento humanizado vem se mostrado como um importante diferencial para profissionais da área da saúde, trazendo benefícios tanto para empresas do setor, como para os pacientes.

Para saber mais sobre o assunto, leia Atendimento humanizado: qual a importância desse conceito nos dias atuais.

9. O que considerar na hora de contratar uma agência de marketing médico?

Se você estiver considerando contratar uma agência de marketing médico, é importante fazer sua pesquisa e comparar diferentes agências. Algumas coisas a considerar ao contratar uma agência de marketing médico incluem:

  • Certifique-se de que a agência possui experiência específica no setor de saúde, compreendendo as nuances e regulamentações únicas associadas ao marketing médico.
  • A agência deve estar bem informada sobre as normas que regem o marketing médico. Isso é fundamental para evitar problemas éticos e legais.
  • Analise o portfólio da agência e procure casos de sucesso relacionados a clientes no setor de saúde. Isso pode indicar a capacidade da agência de obter resultados positivos em contextos semelhantes.
  • Certifique-se de que a agência compreende claramente seus objetivos específicos em termos de marketing. Isso inclui a aquisição de pacientes, fortalecimento da presença online, entre outros.
  • Se possível, escolha uma agência que tenha experiência ou compreensão específica das especialidades médicas relevantes para o seu consultório.
  • Uma boa agência deve oferecer uma abordagem multicanal, incorporando estratégias online e offline, como SEO, redes sociais, publicidade paga, eventos locais, etc.
  • Certifique-se de que a agência tem mecanismos para mensurar e relatar os resultados das campanhas de marketing. Isso permite avaliar o retorno sobre o investimento (ROI).
  • Procure uma agência que ofereça serviços personalizados, adaptados às necessidades específicas do seu consultório, em vez de uma abordagem genérica.
  • Compreenda a estrutura de custos da agência e certifique-se de que esteja alinhada ao seu orçamento. Avalie se o investimento proposto justifica os resultados esperados.
  • Verifique se a agência oferece suporte contínuo e ajustes conforme necessário. O marketing é um processo dinâmico que pode exigir adaptações ao longo do tempo.

10. Onde encontrar uma boa agência de marketing médico?

Se você está querendo investir no marketing médico, saiba que nada melhor do que contar com a ajuda de uma agência especializada em marketing médico digital.

E aqui na DNA Marketing Médico você encontra uma equipe pronta para criar sua logomarca e seu site profissional, bem como cuidar das suas redes sociais com técnicas e ferramentas que com certeza levarão seu negócio para outro patamar.

Então, não perca mais tempo, venha conversar com um de nossos especialistas e comece agora mesmo a atrair e fidelizar pacientes com a ajuda do marketing médico!

FICOU ALGUMA DÚVIDA SOBRE PROSPECÇÃO DE PACIENTES? AGENDE UM BATE-PAPO SEM COMPROMISSO.

× Solicitar Orçamento