fbpx

Coworking para médicos: o que é e como funciona?

Você já ouviu falar em Coworking para médicos? Sabe do que se trata e como funciona? Pois é exatamente sobre isso que iremos falar agora. Continue lendo!

Se com a economia a pleno vapor montar um negócio próprio já era arriscado, imagina em meio a uma crise sem precedentes como a que vivemos…

Por conta disso, somado ao fato de que um consultório médico que seja eficiente e ofereça o que há de mais novo no mercado exige muito investimento, cada vez mais, profissionais da área da saúde estão apostando em um modelo de atendimento inovador baseado na coparticipação, o chamado Coworking para Médicos.

Com a crescente adesão de usuários, esses espaços de coworkings estão deixando claro que vieram para ficar e a tendência é encontrarmos cada vez mais esse modelo de atendimento.

Se por um lado muitos profissionais ainda preferem se arriscar, mas ter um espaço próprio, por outro lado, a grande economia gerada com esse modelo, vem conquistando cada vez mais profissionais da área da saúde que, de outra forma, não conseguiriam, tão cedo, ter seu próprio negócio.

Embora esse modelo possa atender a diferentes setores, no caso da área da saúde, os espaços precisam ser arquitetados com as devidas adequações para que as consultas possam ser realizadas.

Apesar de estar conquistando médicos de todas as especialidades, já com clientela formada, esse modelo vem conquistando, especialmente, profissionais  recém saídos da faculdade, justamente, por não precisar de grandes investimentos.

Para entender melhor o que é coworking para médicos, veja abaixo como esse modelo de atendimento funciona, e entenda porque se transformou em tendência mundial.

Afinal, o que é Coworking?

o que é um coworking?

Primeiramente, é preciso entender que Coworkings são ambientes que diversos profissionais, principalmente, autônomos e freelancers, utilizam para desempenhar suas funções, mas sem precisar se preocupar em alugar ou comprar uma sala específica.

Por toda a economia e praticidade, esse modelo está, cada vez mais, chegando a todos os setores e, claro, ao da medicina também.

Na verdade, esse modelo permite, a quem usufruir do espaço, pagar apenas pelo período que será utilizado. Por exemplo, se for trabalhar durante uma tarde, o valor pago a quem administra o coworking será referente a esse período, tornando o modelo uma possibilidade mais em conta para recém-formados.

Ou seja, o coworking é um espaço físico que pode ser compartilhado por várias empresas, profissionais liberais e freelancers, os quais irão dividir as despesas gerais, desde luz, aluguel, telefone.

E mais, é possível compartilhar várias áreas em comum, como refeitório, auditório, recepção.

Embora já plenamente consolidada nos Estados Unidos (precursor do modelo) e em diversos países da Europa, e outras partes do mundo, por aqui, o coworking ainda está engatinhando, embora já mostrando um crescimento significativo nos últimos anos.

Coworking no Brasil

Como foi dito acima, no Brasil, desde que surgiu, em 2007, em São Paulo, vem mostrando um grande crescimento, com muitas pessoas, médicos ou não, descobrindo os benefícios de compartilhar um mesmo espaço físico.

Certamente, por toda a economia e praticidade que oferece, esse modelo vem caindo, cada vez mais, no gosto dos brasileiros e, segundo uma pesquisa de 2019, elaborada pelo Coworking Brasil, o país conta com 1.497 coworkings, sendo que, em 2015, o número era de apenas tímidos 238.

Na verdade, todo esse aumento mostra que o Brasil está seguindo os passos de outros países e aderindo às facilidades e transformações do trabalho.

Isso sem falar que a pandemia, em função do novo coronavirus, forçou muitas pessoas a trabalharem em suas casas, o que não é viável para muitos, os quais acabaram encontrando nesse modelo mais liberdade para realizar seus trabalhos, videoconferências e etc.

Economia compartilhada com coworking para médicos

economia com coworking

O coworking para médicos, entre outras coisas, permite também uma economia compartilhada, possibilitando a utilização de espaços amplos e comuns para o atendimento de pacientes, sem que isso acabe pesando no bolso.

Diferente dos consultórios usuais, onde se tem um único médico ou, em alguns casos, se divide o local com um único sócio, o coworking permite reunir, em um mesmo espaço, várias modalidades médicas, com estrutura ideal e organização para realizar consultas e exames.

Ou seja, quem sonha em ter uma clínica, mas não dispõe de uma boa verba que permita, o coworking para médicos é a solução ideal, e isso, principalmente, pela economia compartilhada, com os médicos dividindo o uso do espaço, produtos e serviços, ou seja, é um consumo baseado na colaboração.

Sem dúvida, uma forma inovadora de trabalhar na área da saúde, que  vem facilitando o trabalho de muitos profissionais.

Coworking para médicos: como funciona?

coworking para médicos

Por toda a praticidade e economia que representa, cada vez surgem mais espaços para que médicos possam trabalhar em coworking, mas ainda há muitas dúvidas a respeito de seu funcionamento.

Um coworking para médicos funciona da seguinte forma: um médico contrata este serviço e, em troca, poderá dispor de um espaço para realizar as consultas, em horários já previamente estabelecidos.

Vale saber que, geralmente, esses espaços oferecem não apenas salas, mas uma  ótima infraestrutura e, em alguns casos, dependendo do local, ainda é possível contratar pacotes extras, como o serviço da secretária ou então alguns equipamentos específicos.

Ou seja, esse modelo permite que o médico não precise se preocupar com quem irá fazer a limpeza, a reposição de materiais e etc.

Embora possa variar de local para local, geralmente, o sistema de coworking para médicos é pautado em uma taxa fixa ao mês pelo uso do espaço comunitário, com todos os equipamentos necessários a ele e aos demais profissionais, somado a uma tarifa calculada pelo tempo em que o consultório foi utilizado, sem cobrança de percentual sobre o atendimento médico.

Ou seja, ao contratar esse espaço, o próprio profissional decide o valor do serviço, escolhe os dias, os espaços e os horários que estará disponível para realizar as consultas ou exames e, assim, nos dias desejados, atenderá seus pacientes com toda a organização necessária, sendo o mais comum a contratação em grupo de médicos de diferentes especialidades.

Vantagens do Coworking para médicos

Se você está acompanhando esse artigo, com certeza, já percebeu as muitas vantagens que o coworking, ou seja, esses espaços compartilhados, podem proporcionar ao profissional da saúde. Confira abaixo as principais vantagens:

Baixo investimento inicial

O coworking médico é uma nova forma de trabalho inovadora e, principalmente, econômica, que pode atender adequadamente as necessidades de um médico para que possa executar seu trabalho da melhor forma.

Sem dúvida, é de enorme vantagem para aqueles médicos que acabaram de se formar e finalizar a sua residência, mas ainda não tem como arcar com um investimento inicial para abrir a sua própria clínica, ou mesmo, para quem mudou de cidade e ainda não tem uma clientela, enfim, sem dúvida, um coworking para médicos pode ser uma ótima opção.

Ou seja, qualquer profissional da saúde que desejar abrir um consultório não precisará investir muito para isso, pois o espaço oferece todo o suporte necessário.

Poucas despesas

Por ser um local colaborativo, as despesas serão divididas, assim como os espaços. Haverá grande economia e corte de gastos, principalmente, se comparado a abertura de um consultório próprio.

Geralmente, é cobrado pelo espaço do coworking um valor fixo, possibilitando que o profissional da saúde pague mensalmente pelo espaço, com direito de desfrutar de todos os benefícios que o local oferece.

E mais, no coworking, gastos comuns, como água, energia, limpeza e secretária, por exemplo, são compartilhados, gerando uma significativa economia e, principalmente, evitando dor de cabeça em administrar tudo isso.

Isso sem falar que esse modelo evita possíveis surpresas no fim do mês, uma vez que o valor pago será sempre o mesmo, sem o risco de sustos com gastos excessivos.

Lembrando que cada coworking pode estabelecer suas próprias regras, alguns, por exemplo, adotam o modelo de pagamento em pay-per-use, no qual o profissional só pagará pelos minutos que durarem as consultas, ideal para aqueles que estão começando e ainda não possuem uma vasta clientela.

Estrutura Completa

O principal objetivo é possibilitar que quem utilize o coworking possa contar com um espaço de trabalho co-participativo, com infraestrutura completa e agradável, oferecendo toda a estrutura ao profissional.

Sem dúvida, uma das principais vantagens do coworking para médicos está na estrutura já pronta que o lugar oferece para realizar os atendimentos.

Ou seja, o profissional não precisa se preocupar com a compra ou a manutenção de equipamentos utilizados na hora da consulta, pois os mesmos estarão sempre disponíveis.

E mais, dependendo do plano contratado, o médico ainda poderá contar com uma equipe à disposição como, por exemplo, uma secretária para administrar sua agenda, encarregados pela limpeza e assuntos administrativos do local.

Enfim, os coworkings oferecem tudo isso, além de áreas comuns, com serviços de café, lanches, entre outros itens, a depender de cada lugar.

No caso do coworking para médicos, a infraestrutura é diferenciada para o exercício da profissão, geralmente, incluindo:

  • recepção própria;
  • ajuda para organizar a agenda;
  • flexibilidade para marcação de consultas, conforme os horários escolhidos pelo médico;
  • economia, já que irá pagar apenas pelo tempo utilizado;

Flexibilidade

Toda essa praticidade em poder reservar os espaços em dias e horas pré-definidos possibilita que muitos médicos, principalmente, aqueles que estão começando a formar sua clientela, possam contar com uma estrutura como a que oferecem, facilitando o trabalho, além de oferecer mais liberdade para o agendamento.

Ou seja, esse modelo de trabalho permite uma maior flexibilidade para definir os horários de atendimento, sendo possível escolher quando irá utilizar o espaço, facilitando na hora de alinhar os atendimentos com outros projetos e seu tempo de descanso.

E mais, dependendo do espaço, caso o coworking possua mais de uma unidade, é possível atender em lugares diferentes, ampliando significativamente as possibilidades de conseguir pacientes que querem praticidade e locais próximos para realizarem as consultas.

Integração das especialidades

Já pensou poder juntar vários colegas de diferentes especialidades médicas em um mesmo espaço? É isso que o coworking possibilita, facilitando a troca de experiências, até com profissionais de outras especialidades e ainda a recomendação de pacientes entre todos os profissionais envolvidos.

O que um Coworking para médicos precisa oferecer?

Certamente, cada especialidade médica possui suas necessidades , por exemplo, pode ser que determinado profissional ainda tenha poucos clientes, ou seja, vai oferecer poucas consultas, pelo menos num primeiro momento.

Sendo assim, o ideal seria optar por um coworking com planos mais simples, e o mesmo serve para o contrário, caso o profissional precise de algo fixo por contar com uma agenda mais lotada de pacientes, nesse caso, a melhor opção seria um plano com mais horas de uso.

E isso vale para equipamentos, possibilidade de áreas comuns, refeitório,  equipamentos e funcionários que possam ajudar na rotina de trabalho, tudo isso vai depender do tipo de plano contratado, existindo para as mais diferentes necessidades, ou possibilidades.

Porém, por mais moderno e bonito que um espaço possa parecer, é fundamental que não esqueça de se certificar de que o mesmo  cumpra todos requisitos mínimos exigidos pelas instituições reguladoras.

Por isso, ao escolher o espaço, não considere apenas a estrutura, preste muita atenção nas normas para evitar possíveis dores de cabeça.

Resumo dos principais fatores a serem levados em conta na hora de escolher o coworking ideal:

  • Localização;
  • Preço;
  • Infraestrutura;
  • Organização;
  • Normas reguladoras;
  • Plano compatível com as necessidades.

Acerte na escolha do coworking para médicos?

Pronto, agora já está mais por dentro do que são esses espaços colaborativos,  segue uma lista do que deve ser determinante na hora de escolher um coworking para médicos que seja ideal para a sua especialidade.

Infraestrutura

Sem dúvida, medicina é uma área que exige infraestrutura diferenciada, por isso, pesquisar com calma um espaço é fundamental, já existindo aqueles direcionados para médicos.

Portanto, ao escolher um coworking para médico, isso deve ser baseado no que o local oferece.

Ou seja, se certifique de que o espaço possui equipamentos atualizados e salas preparadas para a realização do atendimento ao paciente.

E mais, não se esqueça de verificar se existe uma equipe voltada à limpeza do espaço, lembrando que é preciso manter rigorosos padrões de higiene e segurança, especialmente em função da pandemia de Covid-19.

Consultórios adequados

Uma dica é visitar muitos espaços dentro da modalidade de coworking para médicos, e se certificar que os consultórios são adequados para a realização de sua especialidade, se contam com todos os itens essenciais para poder oferecer o melhor atendimento possível.

Flexibilidade de reserva

Não esqueça de colocar na lista de prioridades a facilidade em montar uma agenda, ou seja, se o local permite uma maior flexibilidade.

Ao saber a possibilidade de agendamentos semanais, poderá alinhar isso e reservar seus horários no coworking, para isso, no entanto, é muito importante que o local seja flexível.

Considere a localização

Outro item que não deve ser subestimado é a localização do coworking, sendo a melhor opção aquele que esteja localizado em áreas de acesso facilitado, seja em relação ao transporte, ou pela possibilidade de estacionamento. Por isso, procurar conhecer bem o local é muito importante, podendo ser esse um quesito determinante para os pacientes, afinal, quem não quer mais comodidade no dia a dia?

Abuse do marketing médico

Definido o local, então, chegou a hora de captar clientes/pacientes. Para isso, claro, é preciso investir em divulgação, que traduzindo, significa marketing médico.

E antes que torça o nariz achando que é algo muito caro para seu padrão, saiba que os tempos mudaram, se antes divulgar, ou seja, fazer um trabalho de marketing era para poucos, hoje isso mudou, e muito.

Existem diferentes pacotes, planos e serviços para todos os tipos de bolsos e que atendem muito bem o seu objetivo: captar clientes/pacientes.

Um bom trabalho de marketing para médicos vai montar estratégias certeiras e que vão descobrir e trazer o seu público alvo até você.

Invista em atendimento humanizado

Provavelmente, você já deve ter ouvido falar em atendimento humanizado, o qual deve começar na marcação de consulta e chegar até seu consultório, passando por um ambiente que promova a acessibilidade, o conforto e bem-estar dos pacientes.

E é isso que um bom coworking transmite, a preocupação em oferecer o melhor por um valor que caiba em qualquer bolso.

E qual o resultado disso? É conseguir fidelizar seus pacientes, os quais se beneficiarão desses espaços modernos, funcionais e confortáveis. Ou seja, ao escolher um coworking é fundamental optar por um espaço que ofereça satisfação para o profissional e, principalmente, para quem vai receber todo o cuidado.

Conclusão

Optar por um trabalho compartilhado em um coworking para médicos, muito além de significar mais economia, vai facilitar seu crescimento profissional. Acredite, a rede de relacionamentos criada nesses espaços pode oferecer oportunidades de novas parcerias, aumentando muito suas chances de crescimento profissional.

No mais, sem dúvida, se somar tudo o que precisaria investir para ter um consultório próprio, verá que o coworking é a melhor opção, com menos dor de cabeça, burocracia, investimento, por outro lado, mais contatos e chances de aumentar e fidelizar o número de clientes/pacientes.

FICOU ALGUMA DÚVIDA SOBRE PROSPECÇÃO DE PACIENTES? AGENDE UM BATE-PAPO SEM COMPROMISSO.

× Chat WhatsApp